Custos X Valor

Os direitos de propriedade intelectual fazem parte dos ativos de valor de uma empresa – alguém já ouviu dizer, por exemplo, que o símbolo da NIKE vale milhões, por exemplo? Esse é um exemplo de ativo da empresa.

Esses ativos, como são imateriais, às vezes não são percebidos tão facilmente. Porém, entendendo que estamos num cenário extremamente competitivo e que valoriza a inovação e o conhecimento, a boa gestão de marca e sua gestão cuidadosa são extremamente importantes afinal, qual empresa não quer ter maior competitividade mercadológica e geração de receita?

A marca é um desses importantes ativos de valor para o seu negócio, pois identifica a origem e distingue seus produtos ou serviços de outros idênticos, semelhantes ou afins de origem diversa. Se a marca é capaz de distinguir e ressaltar seu produto/serviço, a sua proteção não pode ser negligenciada.

Além disso, a proteção e registro de marca faz parte das boas práticas de uma gestão consciente, seja você um empresário com experiência consolidada ou um empreendedor investindo agora em um sonho.

A marca faz parte do que chamamos, juridicamente, de Propriedade Intelectual, que são todos os direitos da atividade intelectual humana nos diversos campos de atuação. Ela é um ativo legal mas devemos entender como um ativo de negócio e nos benefícios futuros que ela pode proporcionar. Pensando assim conseguimos calcular do seu valor no presente.

A partir daqui, pensando em quanto valem os ativos da propriedade intelectual da sua empresa, devemos pensar no custo, no mercado e na renda. Quando falamos em renda, estamos falando do potencial financeiro então, além de proteger a marca, devemos pensar em um conjunto de ações: pesquisa de mercado, estratégia de negócios, estudo e análise das diferentes formas de influência e o impacto que exerce em consumidores, sejam eles potenciais ou atuais, funcionários, fornecedores e investidores.

Uma marca forte é uma marca protegida e de valor, independentemente do mercado em que atua, pois é ela uma das métricas da performance do negócio de uma empresa, pois:

(i)              influencia a escolha dos consumidores e gera lealdade;

(ii)             atrai, retém e motiva seus talentos;

(iii)           reduz custos de financiamento; e,

(iv)           ajuda a captar investimentos.

Portanto, proteger sua marca não é custo, é investimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *