Nintendo perde recurso relativo a caso de patente de controlos de movimentos

A Nintendo perdeu um dos seus recursos relativos a uma patente de um acelerómetro de sensores de movimentos, detida pela iLife.

RollingStone reporta que o U.S Court of Appeals manteve a decisão tomada por um júri do Texas em agosto, na qual condenava a Nintendo a pagar $10 milhões de dólares em danos à iLife, declarando que a companhia nipónica havia infringido uma patente pertencente à iLife Technologies com os seus sistemas Wii e Wii U.

Esta batalha teve início à cerca de quatro anos, quando a iLife avançou com um caso de infração contra a Nintendo, por aquilo que acreditava ser uma violação de uma patente sua, relativa a tecnologia de sensores de movimentos, que é usada para monitorizar crianças e idosos.

A Nintendo argumentou que a patente era inválida devido a uma descrição mal escrita, mas, contudo, esta defesa foi negada pela decisão.

Este veredito significa que a Nintendo perde uma das suas possibilidades de apelo contra o caso que já remonta a 10 milhões de dólares, mas que pode tentar de novo, depois da juíza que presidiu a este julgamento emitir a sua decisão de forma oficial.

Esta não é a primeira vez que a Nintendo é acusada de violar patentes, com uma companhia de acessórios a acusar também a Big N de copiar o design da Nintendo Switch, em 2017.

FONTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *